Pesquisar neste blogue

domingo, 16 de janeiro de 2011

A vida humana arrancada a Saca-Rolhas

A Vida Humana é sagrada. Para alguns, tão sagrada como «Reguengos - Garrafeira dos Sócios 2003». Correlacionar ambos através de um saca-rolhas admita-se é forçado, mas como recentemente se percebeu há quem se confunda e o faça, embora não de forma totalmente gratuita e desinteressada.

Há quem confunda o corte de relações, com o corte do objecto das relações. Não é a mesma coisa. Confundir isto, é o mesmo que confundir o impacto da notícia com o impacto do LCD e pode mesmo originar no limite, a castração da relação.

Serão a Internet, o twitter ou o Facebook, os reais responsáveis pela conversão de valores da actual sociedade imediatista, anti-homofóbica e cosmopolita? Nada disso…

Em 1889 a Knorr lançou a Erbswurst, uma sopa de ervilhas com presunto numa curiosa embalagem com a forma de uma salsicha. Em plena revolução industrial Alemã, esta sopa era levada na lancheira pelos trabalhadores. Juntavam literalmente uma rodela da sopa-salsicha à água quente, obtendo instantaneamente um almoço reconfortante e nutritivo.

Estava oficialmente inaugurado o novo conceito, que passou a servir de alicerce a milhares de outras ideias, culturas, posturas e comportamentos – O Instantâneo.


Raramente se fala nisto, mas o instantâneo está presente em quase tudo actualmente. Quem não ouviu já falar na «Morte instantânea»? E nas «Relações instantâneas»? E nos «Amigos instantâneos»? Está tudo á distância de um convite no Facebook...

Habituámo-nos ao instantâneo. Queremos a notícia instantânea quase tanto como um qualquer acólito do interior deseja a «fama instantânea» com ou sem talento.

Habituámo-nos ao café matinal instantâneo, mas como até ferver a água dava trabalho, inventamos a Nespresso. Para os apreciadores da sopa-salsicha (alguns, por razões de principio eram incapazes de cortar a salsicha ás rodelas afirmando que a sua panela não é nenhum mealheiro) inventou-se a sopa líquida pré-feita – basta aquece-la instantaneamente no micro-ondas.

Até o pão já é instantâneo: ½ kg de farinha instantânea, um pouco de água, sal qb, tudo dentro da cuba da maquina, programa-se para as 7h e voilá: pãozinho quente com manteiga dos Açores para ajudar a manter instantaneamente os níveis de colesterol. Perde-se claro, o cheiro, o ambiente e o quentinho duma boa padaria.

E bem a propósito, quantas Brasileiras, Ucranianas, Russas e outras, conseguiram o instantâneo estatuto de Cidadãs Europeias através do Casamento com um Cidadão Europeu?Quer-se um filho mas não apetece a trabalheira? Faz-se como o CR7, compra-se um Instantâneo. Não nos apeteceu estudar em novos, ou não pudemos porque tínhamos outros «javalis a assar»? Novas oportunidades: 9º ou 12º Instantâneos.

Ambiciona-se ser Prof Universitário ou mesmo chegar a Ministra da Educação? Frequenta-se um MBA instantaneo de verão ou melhor ainda, se se tiver amigos na EDP, e estivermos no desemprego por em plena AR tivermos feito educada e instantaneamente chifres com ambas as mãos, vamos a troco de um financiamento publico da EDP assumir o papel de estrela do nosso próprio MBA, nesse deserto que é a Universidade da columbia em NY.
http://www.jornaldenegocios.pt/home.php?template=SHOWNEWS_V2&id=415629


Guilherme de Melo, escritor e jornalista, disse ao jornal I, que nas paixões de Carlos Castro tinha de haver um toque de heterossexualidade. (…) Este caso não foi diferente de outros que o Carlos teve: Sabia que o Renato tinha namorada mas ignorava isso. Ele sabia que o rapaz não era homossexual e que nunca tinha tido uma experiência do género. Tinha a certeza disso. Sem ser muito efeminado, em termos sexuais o Carlos era uma mulher. O rapaz, sendo heterossexual, jogou com ele. Era o homem, o elemento activo, e isso não afectaria a sua masculinidade. Eu sempre lhe disse que aquilo não tinha pernas para andar e que o melhor era aproveitar enquanto durasse (…)

Surge de forma quase instantânea a pergunta: Que desejos e/ou vontades movem alguém de 21 anos com orientação Hetero e o culto do corpo a aproximar-se instantaneamente de alguém de 65 anos com orientação sexual contrária á sua?

Segundo http://www.priberam.pt/dlpo/default.aspx?pal=acolito a palavra acólito tem dois significados : 1. Ajudar como acólito. 2. Fig. Acompanhar (para prestar serviços).

Tratou-se pois duma frustrada tentativa de ambos se acolitarem. Renato acolitaria Carlos nas suas mais profundas necessidades, acompanhando-o, prestando-lhe serviços como modelo e em contra-partida, Carlos acolitava Renato através aquele empurrão inicial tão necessário a quem busca uma carreira instantânea depois de ter aprendido a vestir um blazer num concurso televisivo.

No fundo, um mutualismo com uma forte raiz paroquial, mas que segundo o 'modelo', demónios parasitas vieram a deitar mão, criando desgraça e horror. Podiam ter atacado em Londres, Madrid ou Milão - locais onde ambos já se tinham acolitado, mas não, foram logo atacar para Nova York.


Sinal dos tempos, o Hedonismo instantâneo a que a moderna sociedade se converteu, aceitando comportamentos parafílicos como a gerontofília (Hetero ou Homo) não deixa de ter um lado negro animalesco, com o qual, é igualmente ‘moderno’ e imperativo saber conviver.

Até aqui já valia muita coisa, mas fica clarinho como a água do rio trancão que agora já passou também a valer: ‘Arrancar Olhos’…
































4 comentários:

  1. Muito bem escrito, tens jeito pra coisa.

    ResponderEliminar
  2. Gosto muito do seu blog.

    Seria pedir muito pôr seguidores?
    Dá jeito!

    ResponderEliminar
  3. Vou ser muito assídua!
    JÁ FOI AOS Braganza?

    ResponderEliminar